Quais as melhores redes sociais para o seu negócio?

No Comments
melhores redes sociais para o seu negócio

A pergunta é pertinente e está certamente na cabeça de muitos empresários portugueses, sobretudo os que gerem PMEs. Nem todos os públicos são iguais e nem todos os negócios devem apostar nas mesmas redes sociais. Se para uma empresa B2C (Business to Consumer) será mais favorável uma rede de massas, como o Facebook, já para um negócio B2B (Business to Business) o ideal será «pescar noutras águas». Ou não?

Um estudo recente publicado pelo jornal Diário de Notícias revela que o Facebook é a rede social com mais utilizadores em Portugal, seguido de perto pelo WhatsApp e pelo Instagram. O documento, editado pela Marktest e intitulado «Os Portugueses e as Redes Sociais 2016», adiantou ainda que «mais de 31% dos inquiridos revelaram que passava entre trinta minutos e uma hora a navegar pelas redes sociais, enquanto 14,6% assumiram passar mais de duas horas».

Ainda segundo o documento, «o smartphone continua a ser o equipamento de eleição para aceder a este tipo de conteúdo, ocupando 73,1 por cento do total».

Será o mais indicado manter o seu negócio presente em todas as redes sociais?

social media empresas

É ponto assente que uma boa estratégia de redes sociais pode melhorar os rankings do seu negócio e levar mais tráfego ao seu website, aumentando assim as taxas de conversão. O mais difícil está em escolher quais as redes sociais mais adequadas à sua empresa, marca, negócio e público-alvo.

Tempo e recursos humanos

A primeira pergunta que tem de colocar a si mesmo é: tenho tempo e recursos humanos para gerir as contas da empresa nas redes sociais? Se não tiver tempo, nem recursos humanos disponíveis, a sua presença online torna-se algo questionável e põe a relação com os seus clientes e a reputação que tem em causa.

Por exemplo, se tiver um cliente com alguma dúvida e que a coloca por mensagem privada, você consegue responder-lhe no espaço de uma hora (expectativa de 42% dos utilizadores em mensagens privadas e a comentários)? Caso não o consiga, a probabilidade de perder um cliente é bastante alta. Sugerimos que responda sempre com alguma rapidez. Quando não é possível, responda com a promessa de o fazer mais tarde (que deve cumprir!).

Objetivos nas redes sociais

Depois, pergunte-se: quais são os objetivos da minha estratégia nas redes sociais? Se não conseguir explicar como um determinado canal pode ajudar a atingir os seus objetivos, o mais seguro é aconselhar-se com alguma Agência de Marketing Digital, ou pura e simplesmente não estar nas redes sociais. Mais vale não estar, do que estar de uma forma incorreta.

Se o seu objetivo for aumentar a notoriedade da sua marca, então deve optar por plataformas estabelecidas e com uma larga comunidade de utilizadores. O Facebook, por exemplo, é a rede social por excelência se o seu objetivo for esse. Explore também todas as hipóteses de publicidade paga nessa – como noutras – redes sociais, pois isso irá aumentar o retorno do seu investimento.

Se, por outro lado, o seu objetivo é angariar mais leads para o seu negócio, o LinkedIn será a resposta mais adequada. Experimente aderir a grupos e participar em debates, pois isso pode atrair muitos contactos novos. Mas participe de forma alinhada com os seus objetivos. É muito fácil dispersar-se nas redes sociais e, principalmente, quando a “conversa” está mais dinâmica num grupo de LinkedIn. Lembre-se: está ali para fazer negócio!

Em que canais está a audiência?

Quando tiver os objetivos bem definidos, deve perguntar-se: a minha audiência está em que canais? Se o seu público-alvo é maior de 60 anos, é contraproducente manter uma conta no Instagram. No entanto, deve considerar que a presença deste grupo demográfico é cada vez maior nas diversas redes sociais, destacando-se o Facebook.

Quando planear a sua presença nas redes sociais, deve escolher as redes sociais que têm uma maior penetração na sua audiência, seja a partir de dados demográficos, como de segmentação de interesses e gostos. Esses dados vão permitir uma abordagem mais ajustada no seu público-alvo, aumentando as suas hipóteses de conversão.

Concorrência

Um indicador que não deve descurar é analisar o que os seus concorrentes andam a fazer nas redes sociais. Analise as redes que utilizam, o que colocam em cada uma, qual a regularidade com que o fazem e quantas partilhas e gostos conseguem com cada publicação. Dessa forma, poderá fazer benchmarking e otimizar a própria estratégia do seu negócio.

Que conteúdos partilhar nas redes sociais do seu negócio?

Além da escolha das plataformas onde o seu negócio deve estar, é igualmente essencial saber que tipo de conteúdos e publicações partilhar. Cada uma das diversas redes sociais permite a partilha de fotos e vídeos, acompanhados por um pequeno texto, que varia de plataforma para plataforma. No entanto, cada uma foi concebida para utilizadores e conteúdos específicos.

As melhores redes sociais para o seu negócio também vão depender do tipo de conteúdo que pretender partilhar para envolver os seus atuais e potenciais clientes. Por vezes, diferentes tipos de conteúdos poderão complementar-se para ajudar a concretizar os seus objetivos de negócio e identidade da marca.

Conteúdo visual

Redes sociais como o Pinterest ou o Instagram focam-se mais na estética. Os utilizadores destas redes procuram conteúdo visual particularmente apelativo. Se conseguir criar fotos envolventes de produtos, resultados finais, clientes satisfeitos ou uma cultura de empresa exemplar, as plataformas visuais, como o Instagram, o Pinterest ou até o Snapchat podem ser uma excelente opção.

Qualquer tipo de negócio ou empresa pode ser criativo e encontrar formas de produzir fotografias. No entanto, existe sempre a opção de contratar o serviço – parcialmente ou na íntegra – em regime de outsourcing. Existem atualmente no mercado várias agências de marketing digital com um grande conhecimento sobre estratégias de redes sociais para o mercado empresarial.

Conteúdo visual e escrito

O Facebook, por exemplo, suporta conteúdo escrito e visual. No entanto, os utilizadores desta rede social esperam posts com maior volume de texto. O Facebook tornou-se uma plataforma adequada a todo o tipo de conteúdos, desde factos a opiniões, o que a torna perfeita para partilhar conhecimento, opiniões e pontos de vista. Além disso, o Facebook é ideal para promover posts de blogs e partilhar links para o seu website.

Conteúdo corrente

Se a sua empresa tem acesso a um elevado volume de informação, a melhor aposta poderá passar por uma presença assídua no Twitter. Os utilizadores recorrem ao Twitter como fonte de informação e de notícias. Os tweets espalham-se como o fogo, por isso, se o seu negócio inclui mensagens curtas e fortes e se está atualizado quanto aos mais recentes eventos da sua indústria, então deve começar já a utilizar esta plataforma.

O Twitter também é especialmente indicado para partilhar links para posts de blogs e pensamentos de líderes da indústria. Uma estratégia de marketing bem concebida envolve um «mix» de conteúdo, que deve ser partilhado nas redes sociais, consoante o seu objetivo e o que se pretende partilhar.

As redes sociais, no entanto, podem funcionar bem em conjunto para fazer passar a sua mensagem de forma mais eficaz. O conteúdo não é apenas a preto-e-branco, por isso, a experiência será a mãe de todos os manuais. Estes indicadores podem ser um bom auxílio para quem está a começar e ainda não está certo do que pretende das redes sociais para o seu negócio.

No Comments

    Leave a Comment