Já pode anunciar no Pinterest! Conheças as vantagens e saiba como anunciar

No Comments
Anúncios no Pinterest

Chegaram novidades fresquinhas (e boas!) para quem quer tirar o máximo partido da publicidade nas redes socias: desde Abril deste ano, além dos anúncios de Instagram, no Facebook, LinkedIn, Youtube e Twitter, pode também começar a anunciar no Pinterest!

A rede social anunciou que a partir de agora todas as empresas poderão utilizar anúncios clássicos e em vídeo para ajudar os utilizadores do Pinterest em Portugal a encontrar a sua marca, produtos e serviços.

Tal como existe no Facebook, ao criar uma business account no Pinterest terá acesso a um gestor de anúncios, onde poderá realizar campanhas segundo vários objetivos de marketing, assim como poderá promover “Pins” (publicação do Pinterest), o que basicamente corresponde ao patrocínio de um post em redes sociais como o Facebook e Instagram.

Segundo dados do próprio Pinterest, em 2018 esta rede social já era utilizada por cerca de 250 milhões de pessoas todos os meses e por 1,5 milhões de empresas, estando a aproximar-se da rede social Twitter, que tem 335 milhões de utilizadores ativos mensalmente.

Só o facto de conseguir atingir milhões de utilizadores a nível global através de publicidade no Pinterest já consistia numa grande vantagem para recorrer a esta rede social para anúncios online. No entanto, a verdade é que há muitas mais vantagens ao anunciar no Pinterest, e nós contamos-lhe tudo!

 

Quais as vantagens de anunciar no Pinterest?

Além de esta ser uma rede social que tem vindo a sofrer um crescimento constante, os Pinners (utilizadores do Pinterest) são utilizadores bastante envolvidos na rede, o que lhe traz maiores possibilidades de gerar engagement e conversões através dos seus anúncios. A base de utilizadores do Pinterest foi responsável, no ano passado, pela partilha de 175 mil milhões pins, o que representa um aumento de 75% face aos registos alcançados em 2017.

Vantagens de utilizar o PinterestDo mesmo modo, e apoiando-se em estudos realizados pela Nielsen, o Pinterest deu a conhecer que 98% dos seus membros tenta concretizar, na vida real, pelo menos uma das ideias com que se cruza na app/site, em comparação com uma média de 71% quando se trata de outras redes sociais. Os relatórios do Pinterest indicam ainda que 77% dos Pinners semanais descobriram uma nova marca ou produto no Pinterest e 83% fizeram uma compra com base nas publicações de marcas, de acordo com um estudo de 2018 da GfK. A mesma empresa realizou um estudo em 2017 que aponta ainda para o facto de os utilizadores classificarem os anúncios no Pinterest 1,4 vezes mais relevantes e úteis do que os anúncios noutras redes sociais.

Além disso, o Oracle Data Cloud e o Pinterest realizaram uma série de estudos acerca do Retorno de Investimento (ROI) das empresas no Pinterest, verificando que as pessoas que usam o Pinterest compram e gastam mais do que o público em geral. Tal foi confirmado em áreas de negócio tão variadas como o retalho, bens de consumo embalados e o setor automóvel. Os Pinners têm uma probabilidade 39% maior de serem consumidores ativos no retalho e, quando compram, gastam 29% mais do que as pessoas que não usam o Pinterest.

Como se todos estes números não bastassem, a utilização do Pinterest, para anúncios e publicações orgânicas e patrocinadas, traz ainda vantagens como:

  1. Permitir utilizar a rede social como um “blog” da marca, integrado numa rede social com milhões de utilizadores, o que lhe dá maior capacidade para aumentar a notoriedade e visibilidade da sua marca. De facto, no Pinterest, além de poder publicar imagens com um título apelativo e uma pequena descrição, poderá reencaminhar os utilizadores para o blog do seu website através de um botão de call-to-action que surge ao lado da imagem;
  2. Várias pesquisas já comprovaram que os Pinners utilizam esta rede social para pesquisar acerca de áreas do seu interesse, tal como como utilizam os motores de pesquisa, como o Google. Tal dá-lhe a oportunidade de perceber quais as palavras-chave que se relacionam com o seu negócio e que são mais pesquisadas no Pinterest, percebendo não só o que deve publicar como que palavras-chave utilizar no seu conteúdo;
  3. Segundo a Digital Marketing Ramblings, uma plataforma de aglomeração de estatísticas, um pin é 100 vezes mais difundido que um tweet comum e a “média de vida” do mesmo é de uma semana, ao contrário dos 24 minutos de um tweet e dos 90 minutos de um post no Facebook.
  4. Cada pin pode gerar até 2 visitas ao site, 6 pageviews e 10 re-pins, de acordo com dados da empresa de análise de redes sociais Piqora. E estes resultados podem durar vários meses. Segundo o TechCrunch, metade das visitas ao website ocorrem cerca de 3 meses após a publicação do pin, enquanto metade das vendas ocorrem cerca de 2 meses após a mesma publicação.

Apesar de a grande quantidade de conteúdo que circula atualmente no Pinterest, esta rede social ainda não é utilizada em massa pelas empresas em Portugal, sendo um dos motivos o facto de as marcas não conseguirem anunciar na plataforma. No entanto, com a novidade de Abril, estabelecer uma presença forte no Pinterest, através de conteúdo orgânico e de anúncios, será determinante para estar um passo à frente da concorrência!

 

O que anunciar ou promover no Pinterest?

A maioria das pessoas utiliza o Pinterest com a intenção de agir: seja para fazer trabalhos de Do It Yourself, para decidir como decorar o quarto ou que conjunto de roupa vestir num casamento, os Pinners pesquisam no Pinterest todos os dias à procura de inspiração, pesquisam sobre os tópicos em que estão interessados e clicam em Pins para saber mais sobre o que é apresentado. Estas publicações podem também ser guardadas em pastas, para consultas futuras.

Tendências do Pinterest

Como tal, um dos pontos-chave antes de saber como e se deve utilizar esta rede social para anunciar e promover publicações é entender se a sua área de negócio se adequa aos utilizadores do Pinterest, se os seus clientes estão nesta rede social e como poderá adaptar a comunicação da sua marca nesta plataforma.

Segundo o Pinterest, os tópicos emergentes para 2019 estão relacionados com:

  1. Viagens (tendo como principais tendências as viagens de autocarro, águas termais, ilhas remotas, castelos abandonados, ou viagens de bicicleta);
  2. Saúde e bem-estar (óleo de gengibre, planos nutricionais, otimização do sono ou alimentos em pó são palavras bastante pesquisadas);
  3. Hobbies e interesses (part-time a partir de casa, plantar, construção de barcos, pinturas corporais, objetos de cerâmica ou fotografia urbana);
  4. Celebrações (bolos com números, placas de neon para casamento, convites de casamento para padrinhos, grinaldas de flores ou vestidos para casamento);
  5. Comida (receitas com cogumelos, mesas de petiscos, geleia caseira ou leite de aveia);
  6. Casa (ladrilhos pintados, piscinas naturais, arte têxtil, arranjos de catos, lareiras contemporâneas ou jardins verticais);
  7. Moda feminina (estampados africanos, óculos de sol ovais, bolsas de bambu, estampado de cobra ou moda sustentável);
  8. Moda masculina (calças claras, relógios vintage, mistura de estampados, cabelo french crop, calças cropped, calças xadrez, meias curtas ou lenços de pescoço);
  9. Beleza (cabelos grisalhos, franjas curtas, batons vibrantes ou esfoliante líquido);
  10. Família (quarto de bebé rústico, placa com dados de nascimento, caça ao tesouro em aniversários ou histórias em áudio).

O ideal será, assim, perceber como poderá integrar a comunicação da sua marca num destes temas ou em temas semelhantes, começando a divulgar conteúdo sobre os mesmos.

Por exemplo, se tiver uma empresa de construção, pode abranger os temas abordados pela sua empresa a tópicos relacionados com a casa, como decoração, obras de restauro ou até remodelações, promovendo imagens, artigos ou até vídeos sobre esses temas. Por outro lado, se tem uma empresa de artigos de cozinha, poderá abordar tópicos como receitas ou decoração de mesas. Visto que a grande maioria dos Pinners tenta concretizar, pelo menos, uma das ideias que vê na plataforma, ao dar ideias inspiradoras sobre temas relativos à sua área de negócio está a conquistar fãs que se irão lembrar da sua marca quando necessitarem do seu produto/serviço.

Do mesmo modo, para decidir o que e como anunciar, há também que ter em conta que, segundo a Business Insider, cerca de 80% dos utilizadores do Pinterest são mulheres e que a maioria dos utilizadores ativos do Pinterest tem menos de 40 anos de idade. Do mesmo modo, os Millennials utilizam atualmente o Pinterest tanto como utilizam o Instagram.

Apesar disto, com a introdução dos anúncios no Pinterest, poderá sempre recorrer às opções de segmentação fornecidas pela rede social para garantir que os seus anúncios chegam às pessoas certas, independentemente das estatísticas. Apenas deve saber detalhadamente quem é o seu público-alvo, não só em termos de idade, género ou profissão, como também em termos dos seus gostos, hábitos e sonhos ou projetos futuros, para assim encontrar as melhores estratégias para publicitar no Pinterest. Se já tiver uma página de fãs no Facebook, pode recorrer à ferramenta Audience Insights para perceber o tipo de dados demográficos que a sua marca atrai atualmente e utilizar essas informações no Pinterest. Por outro lado, se já tiver um perfil popular no Pinterest, poderá usar o Analytics fornecido pela plataforma para descobrir quem é seu público, através de dados recolhidos pelo Pinterest sobre as pessoas que estão a guardar aquilo que publica ou a guardar produtos do seu site através do botão de “Pin it”, que pode incorporar no site instalando um código fornecido pelo Pinterest. Além disso, poderá também instalar a Pinterest Tag no seu website, que irá acompanhar visitas de páginas, visualizações de categorias, pesquisas realizadas, itens adicionados ao carrinho, checkouts, inscrições, visualizações de vídeos ou até outras atividades adicionadas por si, aglomerando essas informações no Pinterest para que as possa utilizar para posterior segmentação do seu público-alvo na rede.

Pinterest Analytics

Após saber o que irá anunciar no Pinterest, bem como para quem o irá fazer, poderá começar a planear as suas publicações e anúncios, tirando o máximo partido desta plataforma!

 

Como anunciar?

Uma vez que as pessoas que utilizam o Pinterest estão abertas às suas ideias, a sua empresa tem uma grande oportunidade para moldar as decisões de um dado target acerca do que desejam experimentar ou comprar. E dado que os anúncios ou pins patrocinados no Pinterest surgem como publicações comuns e integradas naturalmente na navegação dos utilizadores, consegue persuadi-los a conhecer a sua marca sem interromper ou prejudicar a sua experiência na rede.

Para tal, necessita de ter uma business account no Pinterest, acedendo ao gestor de anúncios da plataforma de modo a promover publicações ou anúncios específicos para dar a conhecer a sua marca ou até para aumentar as vendas dos seus produtos/serviços. Tal como no Facebook Business, poderá definir objectivos-chave para a sua campanha, desde o aumento da notoriedade da marca, à geração de tráfego e instalações de apps ou até mesmo ao aumento de vendas online e offline, pagando de acordo com as ações dos utilizadores que conduzem à concretização do seu objetivo. Por exemplo, de pretender gerar tráfego, pagará quando os utilizadores visitam o seu website através da campanha. Já se pretender gerar notoriedade, pagará consoante o envolvimento do público com os anúncios.

Além de criar os anúncios no gestor, para promover pins poderá promovê-los no mesmo gestor de anúncios ou diretamente através do seu perfil, clicando em “Promover” no lado direto da imagem ou vídeo, e definindo rapidamente a descrição do pin, o link para o qual o pin irá remeter os utilizadores, o target da campanha, a data de início e final da campanha e o budget que pretende despender com a promoção do pin.

Promover um pin através do perfil

Estes anúncios ou pins patrocinados podem ter diversos formatos. Podem ser em formato de imagem, vídeo de 4 a 15 segundos, carrossel de imagens (com máximo de 5 imagens por anúncio) ou até anúncios a apps, nos quais os Pinners podem fazer transferência de apps diretamente a partir do Pinterest. Um bom tipo de pins que pode patrocinar são os “buyable pins”, ou seja, pins em que os utilizadores poderão comprar logo o seu produto sem sair da rede social. No entanto, para começar a criar os seus anúncios ou a patrocinar pins, ter uma ideia clara do que já tem sucesso na rede é crucial. Para tal, experimente ver as diversas pastas de concorrentes de sucesso, tentando encontrar os pontos comuns das imagens ou vídeos mais partilhados e percebendo como pode adaptar algumas dessas estratégias aos seus anúncios.

As dimensões e número de caracteres limite das descrições e título dos anúncios foram especificadas pela rede social, sendo que conta com até 100 caracteres para o título dos seus anúncios e até 500 caracteres para as descrições dos anúncios em todos os formatos de anúncio. No entanto, são os primeiros 50 a 60 caracteres a ter maior probabilidade de serem apresentados no feed dos Pinners. Como tal, deve colocar as informações mais importantes em primeiro lugar. Do mesmo modo, nunca se esqueça de 80% da utilização do Pinterest é realizada em dispositivos móveis, pelo que deve otimizar todos os anúncios para surgirem adequadamente em ecrãs mais pequenos. Deste modo, formatos verticais tendem a atrair muito mais a atenção do público.

Outra funcionalidade comum ao Facebook Business a que terá acesso no gestor de anúncios do Pinterest é a segmentação do público-alvo. No seu gestor de anúncios, poderá definir o target ao qual os anúncios irão surgir, sendo que esta segmentação pode ser baseada em dados demográficos (como idade, género ou localização), interesses, em que os anúncios surgem consoante o que o público gosta enquanto navega pela rede social, ou até em palavras-chave, com anúncios que surgem nos resultados de pesquisa do Pinterest como Pins relacionados, consoante as palavras pesquisadas pelos Pinners. Por exemplo, se pretende anunciar um livro de receitas de Natal, pode segmentar os seus anúncios para alcançarem quem procure por “natal”, “culinária” ou “rabanadas”. Neste tipo de segmentação, é possível utilizar funcionalidades como tipos de correspondência, palavras-chave negativas e relatórios de termos de pesquisa para segmentar e otimizar os anúncios com maior precisão. Além destas três formas de segmentação, é ainda possível fazer anúncios de remarketing, direcionando os seus anúncios para lista de visitantes do seu website, para os clientes no seu CRM ou para as pessoas que já interagiram com a sua marca no Pinterest. Do mesmo modo, depois de identificados os clientes com mais valor para a sua empresa, pode também utilizar públicos semelhantes para encontrar outras pessoas com interesses e comportamentos parecidos ao seu público-alvo. Estes anúncios surgem tanto no feed inicial dos utilizadores, nos feeds dos vários temas/categorias presentes no Pinterest e nos resultados de pesquisa relevantes.

Definir o Target no Pinterest

Também no gestor de anúncios do Pinterest poderá definir a data em que pretende iniciar e terminar a sua campanha, ou até definir apenas uma data de início e pausar a campanha somente quando obteve os resultados desejados. Do mesmo modo, poderá estabelecer o budget da campanha, definindo um orçamento total ou diário para a mesma. Neste ponto, pode ainda definir o valor máximo que deseja pagar por uma ação no Pinterest (como um clique ou uma partilha).

Após lançar a campanha, os utilizadores poderão não só interagir como até guardar e partilhar os seus anúncios numa das suas pastas próprias, fazendo com que os seus seguidores diretos e indiretos também possam ver o anúncio, o que aumenta o número de impressões e as oportunidades de conversão!

 

Medir resultados para otimizar

Tal como em qualquer outra das suas campanhas, seja nas redes sociais ou no Google Ads, é extremamente necessário monitorizar continuadamente os resultados que vai atingindo.

Para fazer isso, o gestor de anúncios do Pinterest fornece-lhe várias métricas no painel de relatórios do gestor, como o número de impressões, número de vezes que os utilizadores guardaram o seu anúncio/pin, número de cliques, Taxa de Cliques (CTR), Custo por Clique (CPC) ou Custo por Mil Impressões (CPM) médio, total de gastos com anúncios, total de conversões, Custo por Ação (CPA), Retorno do Investimento em Publicidade (ROAS) ou até dados sobre o público que converte.

Relatórios no PinterestCom todas estas métricas, irá perceber melhor em que tipo de anúncios e pins patrocinados deve investir ou que tipo de imagens/vídeos e descrições funcionam melhor, e assim conseguir otimizar campanhas futuras.  De facto, por muito que pesquise as tendências do mercado ou o tipo de publicações que obtiveram melhores resultados na concorrência, nunca poderá ter 100% de certezas como o seu público irá responder aos anúncios. É por isso que testar diferentes estratégias é fundamental, seja através de diferentes tipos de publicações, diferentes segmentações ou até por diferentes locais onde os anúncios surgem, percebendo o que tem melhor desempenho e aplicando esses conhecimentos nas próximas campanhas.

Visto que, tal como o Facebook, também o Pinterest permite que as empresas realizem testes A/B para anúncios e pins promovidos com rapidez e simplicidade, criar vários anúncios num grupo de anúncios ou campanha será uma excelente estratégia para testar fatores e elementos específicos.

Agora que já sabe mais do que a maioria das empresas no que se refere à publicidade no Pinterest, tudo o que precisa é de começar a utilizar a plataforma, testando algumas campanhas e analisando os resultados que obtém! No entanto, lembre-se que são necessárias algumas campanhas para começar a perceber o que funciona melhor e começar a atingir resultados significativos. Quantas mais campanhas testar, mais facilmente conseguirá perceber como criar os anúncios ideais para o seu público-alvo e mais provavelmente começará a entender como gerar conversões e receitas a partir desta rede social!

 

 

No Comments

    Leave a Comment